Como uma empresa de consultoria pode auxiliar no desenvolvimento de projetos pré-executivos com o melhor custo benefício

Mas como saber qual o melhor sistema para determinado objetivo? Onde cada dispositivo deve ser instalado? Como fazer com que todos os equipamentos funcionem de modo integrado? De que forma deve ser feita a manutenção de tudo isso?

É justamente para que não haja brechas para esse tipo de dúvida ou problemas, que o melhor caminho é contratar uma empresa de consultoria em segurança para desenvolver um projeto de segurança eletrônica pré-executivo. Este deverá ser considerado no Plano Diretor para estimativa de custos e quando aprovado, é dada sequência com o projeto executivo propriamente dito, em AutoCad feito por Engenheiro Elétrico certificado. E isso vale para qualquer tipo de empreendimento, seja residencial, comercial ou industrial.

Com um projeto bem elaborado, feito por uma equipe de especialistas, será possível definir quais as melhores tecnologias a serem adotadas, a estimativa do investimento, além de elaborarem os desenhos e documentos orientativos para aquisição dos sistemas e sua instalação nos pontos adequados. Este processo permitirá fazer uma concorrência técnica, isenta de influências de fornecedores e comparativa, considerando os mesmos critérios para análise das propostas.

Mas por que um projeto feito por uma empresa de consultoria e não por quem vende esse tipo de equipamento?

A resposta é simples! De acordo com Fábio Lima, engenheiro eletricista parceiro da Eytan Magal – Soluções e Gerenciamento de Segurança, uma consultoria é independente em relação a instaladores, fabricantes e tecnologia e, portanto, pode definir com isenção qual a melhor solução para o cliente, de modo customizado.

Vale considerar também que empresas prestadoras de serviços de vigilância que tem como premissa o fornecimento de mão de obra, tendem a desenvolver projetos físicos e eletrônicos, favorecendo contratações. Podemos ter como exemplo a “figura” do controlador de acesso externo que além de ineficiente, falho e em constante risco, pode ser substituído por barreiras físicas adequadas e sistemas de segurança eletrônica.

Ainda segundo Lima, o custo não é considerado alto levando em conta o investimento total e o cliente terá a garantia de não gastar mais dinheiro do que o necessário, de poder fazer um planejamento quanto à integração dos sistemas e manutenção preventiva dos equipamentos, podendo ter um melhor controle da funcionalidade. Tudo isso irá contribuir para a prevenção no ambiente de modo mais seguro, efetivo e ágil.

Além disso, esse tipo de projeto favorecerá a escolha criteriosa da melhor empresa para executar o planejamento traçado, que tenha estruturas administrativas e técnicas para fazer esse trabalho, se é certificada e homologada para tal, sem deixar de lado o acompanhamento a ser feito para a manutenção preventiva que garanta um atendimento rápido, resultando em pouca ou nenhuma interrupção na operação. Também será considerado se os softwares e hardwares instalados nos equipamentos são integrados e escaláveis, ou seja, caso aumente a necessidade de segurança, será possível complementar e expandir o projeto inicial. Assim, o cliente recebe os benefícios esperados, dentro dos custos adequados e sem surpresas desagradáveis.

Ninguém quer trabalhar com amadores, não é mesmo? Ainda mais quando se trata de um tema tão importante como a segurança.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre esse e outros serviços, conte com o apoio da nossa equipe de especialistas.

Consultoria técnica:

Eytan Magal, CPP.

Kellen Reis

Jornalista MTB/SP 5758

Cabum Comunicação Empresarial

× WhatsApp Clique Aqui