A pergunta que eu sempre faço é a seguinte: o condomínio deve ser a nossa fortaleza, certo?
Errado! Pois não é!

Nós buscamos bem-estar e segurança, mas nos iludimos, principalmente porque é uma falsa sensação que domina nossas mentes quando falamos de segurança em condomínios.
Por que isso? Porque, na verdade, os gestores não tomam o cuidado necessário nesse processo tão sensível e importante. Devido à toda situação que o Brasil se encontra, principalmente agora com o problema que estamos passando com o Coronavírus e suas consequências posteriores, entendemos que a criminalidade irá aumentar e a população e os condomínios estarão em maior risco.

A pergunta que eu faço para todos os gestores, administradores, zeladores e empresas de segurança que cuidam desse processo de segurança condominial é: Vocês se atentam e sempre fazem um grande questionamento sobre o processo como um todo? Quando foi a última vez que o porteiro foi auditado? Ele foi treinado?
Na área de segurança, treinamento é igual de atleta. Se parar de treinar “murcha” e consequentemente, vai falhar.

Se não cobrarmos e não ficarmos em cima desse processo, sempre terá falhas. O ser humano, falha! Então temos que cuidar muito bem o tempo todo e fazer a gestão de pessoas neste processo e no sistema integrado de segurança.
Outro assunto é a respeito de tecnologias. Quando foi a última vez que foi feita a manutenção preventiva no seu sistema? Seja CFTV, controle de acessos, alarmes…

A Lei de Murphy é o maior inimigo na área de segurança. Exatamente no momento que o sistema tinha que estar funcionando, ele não funciona e é então que acontecem os problemas.
Normas e procedimentos também são importantes. Quando foi a última vez que foi revisto ou atualizado? Se não documentamos, o conhecimento não fica no condomínio.
Portanto, gestores que cuidam desse processo, fiquem atentos! Aproveitem esse momento que temos mais tempo para cuidar e se dedicar a esse processo. Entendemos que esse “sossego” parece um certo silêncio. Em hebraico, falamos: “Que depois do silêncio, vêm a tempestade.”

É um momento para nos cuidarmos, pois a tempestade está logo aí! Então façam a lição de casa, cuidem das pessoas, tecnologias, implementos físicos e procedimentos, pois precisaremos de um sistema bem implantado e funcional, porque riscos e ameaças se aproximam.
Nosso propósito na Eytan Magal, é “Better Safe Than Sorry”. Melhor estar seguro do que lamentar depois…

× WhatsApp Clique Aqui