A contratação de qualquer profissional é uma tarefa que exige muito cuidado, ainda mais quando se trata de alguém que irá trabalhar dentro de casa, como babás, diaristas, caseiros, jardineiros, motoristas etc. Os critérios de seleção não devem ser baseados somente na experiência descrita no currículo. Além disso, é comum que após um tempo de experiência, patrão e empregado desenvolvam algum tipo de proximidade e aí são deixados de lado cuidados fundamentais na manutenção da segurança do lar. Por isso selecionamos algumas dicas valiosas que podem te ajudar:

• O primeiro passo é pedir indicações a pessoas de confiança ou agências que prestem esse tipo de serviço. Você confere mais informações sobre esse assunto no link: Recrutamento e seleção, Confira aqui.

• Faça um cadastro dos funcionários, solicitando a cópia dos documentos RG, CPF, contatos e comprovante de endereço. Confirme o local por meio do Google Maps ou visita in loco.

• Tenha em mãos um roteiro para a entrevista, com uma lista de perguntas e pontos a serem questionados e faça background checking dos candidatos para levantar informações de antecedentes criminais, financeiras, judiciais e penalidades.

• Observe a linguagem corporal: se durante a entrevista de seleção a pessoa estiver vestindo mangas longas (em especial no calor), pode estar escondendo marcas como picadas de seringa por uso de drogas.

Os olhos excessivamente vermelhos também denunciam possível consumo de drogas ou álcool. Avalie se esta conduta está condizente com o perfil da pessoa. Feita a contratação, o empregado deve ser orientado sobre sua conduta dentro e fora da residência, principalmente no que se refere às informações da casa:

• Os cuidados que o funcionário deve ter ao chegar e sair do trabalho;

• Não disponibilize cópias de chaves do imóvel ou controles de alarmes, pois podem ser clonados, ou ainda furtados ou roubados do funcionário enquanto estiver fora do ambiente de trabalho;

• Oriente como deve atender ao telefone com segurança (não passar informações pessoais nem sobre a rotina da família);

• Diga como receber visitas com segurança;

• Mostre como deve dar atenção aos acessos da casa, portas e janelas;

• Determine o que pode e o que não pode ser conversado com familiares e amigos (preservando informações particulares);

• Defina como acompanhar prestadores de serviços públicos e privados dentro da residência;

Com o passar do tempo, o funcionário passa a saber muito sobre você e sua família, detalhes sobre rotinas, hábitos e horários de cada morador. Fique sempre de olho! Além disso, você pode contar com a nossa equipe de especialistas para te assessorar na hora da contratação ou dar todo o suporte em treinamentos de comportamento preventivo de segurança.

 

 

Consultoria técnica:
Eytan Magal – CPP.
Kellen Reis
Jornalista MTB/SP 5758
Cabum Comunicação Empresarial

× WhatsApp Clique Aqui