Descubra quais são as falhas de segurança mais comuns registradas em projetos de condomínios verticais

Estabelecidas as características do produto a ser oferecido para o mercado imobiliário, o tempo é senhor do cenário. Debates conceituais, retrabalhos, correções após entrega, insatisfações por parte dos futuros moradores, consomem o retorno do investimento realizado pelos investidores.

Segurança empresarial tem apresentado significativa evolução nos últimos anos, tornando-se especialização reconhecida pelo Conselho de Administração – CRA. O segmento corporativo e da segurança condominial em particular tem acompanhado este avanço.

A incorporação e integração de Sistemas Eletrônicos de Segurança, com o intuito de adequar o planejamento dos recursos técnicos, tem requerido para os projetistas: adequações físicas, definição ideal de leiautes, adequações às premissas de acessos e proteção perimetral, dentre outros itens, a assessoria de especialistas em Segurança Condominial, tanto para distribuição lógica dos recursos, na justificativa destes no contexto da segurança condominial e sua projeção para o tempo futuro, com projeção da tecnologia no mínimo 3 anos a frente; prazo entre a produção do projeto e a entrega ao usuário.

Falhas comuns registradas em projetos de condomínios verticais

  1. Acessos inadequados para realização do controle de pedestres;
  2. Acessos inadequados para realização do controle de veículos;
  3. Barreiras de perímetro vulneráveis;
  4. Portarias e/ou guaritas inabitáveis e sem condições mínimas de operação;
  5. Vulnerabilidades nos acessos ao interior das torres;
  6. Inexistência de áreas técnicas sensíveis e/ou críticas;
  7. Infraestrutura com dimensões e distribuição inadequada de tubulação para instalação e previsão de expansão de redes de cabeamento;
  8. Falta de espaços adequados para recepção e guarda temporária de produtos com origem no e-commerce e delivery;
  9. Ambientes sem cobertura por câmeras;
  10. Incompatibilidade entre paisagismo e locais que requerem monitoramento de imagens; dentre outras

O Caderno de Diretrizes oferece orientação relacionada os diversos subsistemas (Controle de Acesso de Pedestres e Veículos; Circuito Fechado de TV; Iluminação; Comunicação e Sinalização), com respectivas justificativas por meio da ferramenta 5W2H: What? (o que será feito?) Why? (por que será feito?) Where? (onde será feito?) When? (quando será feito?)  Who? (por quem será feito?)     How? (como será feito?) How Much? (quanto vai custar?).

Conte com especialistas. Para contribuir, desde o projeto ou ainda antes de ser contextualizado, com acessos seguros e sem retrabalho, sem perdas para investidores e fidelização de compradores, clique aqui e fale com nossos especialistas. Estão prontos para oferecer a melhor assessoria em Segurança Condominial, para urbanistas, arquitetos e incorporadoras.

 

× WhatsApp Clique Aqui