Morar em condomínio é cada vez mais visto como sinônimo de segurança. Porém há um ponto que vem ganhando a preocupação de moradores e síndicos: a entrada e saída de veículos. Se o local utiliza acesso por portões comuns, este pode ser um dos pontos mais vulneráveis já que esse tipo de estrutura é facilmente alvo de invasões e ações criminosas, por ficarem muito tempo abertas.
Por isso a solução recomendada é a instalação de um sistema de clausura, que tem como principal objetivo a individualização de entradas e saídas de veículos.

O sistema funciona da seguinte maneira: o primeiro portão, que é o externo, é aberto para a entrada do veículo por meio de LPR, TAG ou controle remoto. O portão interno é o motorista quem abre por meio de tecnologia de identificação digital biométrico (mobile access ou leitor). Assim, quem autoriza a entrada é o sistema de controle de acesso e não o porteiro, que pode falhar na identificação de pessoas. O veículo fica enclausurado para só então poder entrar. No caso de visitantes, é feito o cadastro e confirmação com o morador.

A dinâmica semelhante se aplica também para a saída do condomínio, sendo que neste caso, não é necessário identificar quem está saindo. Apenas é feito o controle de saída.
Para que a clausura funcione de modo correto, deve conter um sistema de intertravamento e contingência de abertura manual.
Todo esse sistema de segurança deve ser pensando e instalado para diminuir riscos de roubos ou furtos nas residências e áreas comuns por meio de invasões, além de ações criminosas com reféns, ou ainda roubos na entrada de veículos. Visitantes já cadastrados também podem ter um acesso mais rápido, evitando a exposição do lado de fora do prédio, caso o regulamento interno do condomínio permita.

Mas é importante destacar que a aplicação da clausura de veículos deve ser feita desde o projeto inicial, incluindo na planta arquitetônica dos acessos ao condomínio. Mas para lugares com limitações de arquitetura já existe no mercado de segurança brasileiro opções bastante eficientes e seguras.

A empresa Zelo Protege desenvolveu um equipamento chamado Zelo Smart Gate, um sistema de proteção pessoal e patrimonial, utilizado durante o processo de entrada e saída de veículos. O equipamento é instalado em paralelo com o portão de garagem convencional. Sua tela de Kevlar, ou de fibra de vidro, revestida com teflon, é acionado automaticamente em meio segundo.
Para saber sobre as estratégias e aplicação de clausuras ideais para cada ambiente, fale com a nossa equipe de consultores! Podemos apoiar e esclarecer melhor o conceito de proteção e posteriormente auxiliar na implantação deste processo e tecnologias. Mande um e-mail para contato@eytanmagal.com.br.

 

 

Consultoria técnica:
Eytan Magal, CPP.

Piero Caíque Souza
Jornalista MTB/AM 589
Cabum Comunicação Empresarial

 

× WhatsApp Clique Aqui